quarta-feira, 2 de abril de 2014

Dia Internacional do Livro Infantil

Olá! Como já devem saber, hoje é o Dia Internacional do Livro Infantil. Se têm seguido o meu blogue, decerto se há-dem lembrar do que escrevi no dia 2 de Abril de 2011. Se não se lembrarem aconselho-vos a recordar, abrindo a etiqueta respectiva: Dia Internacional do Livro Infantil
Se forem ler a etiqueta ficarão a saber porque é que este dia foi designado como o dia do livro infantil.
Hoje, vou falar de três autores que contribuíram para o desenvolvimento dos contos infantis, para além de Hans Christian Andersen. São eles: Esopo, Charles Perrault e os Irmãos Grimm.

ESOPO
escritor da grécia antiga, terá nascido no final do séc. VII a.C. São-lhe atribuídas várias fábulas. É ele o "pai" da fábula. As sua fábulas serviram como base para outros escritores como, por exemplo, La Fontaine. Não conhecem Esopo?? Conhecem com certeza! Ora vejam lá se não conhecem:

escreveu as seguintes fábulas:
A Cigarra e a formiga
A Tartaruga e a Lebre
O Lobo e o Cordeiro
A Raposa e as Uvas

CHARLES PERRAULT
Nasceu em Paris no dia 12 de Janeiro de 1628. Foi escritor de prosa e poesia. Foi ele que estabeleceu as bases para um novo género literário e do qual vocês tanto gostam: o conto de fadas. Foi considerado o "pai" da literatura infantil. E também o conhecem!

escreveu:
O Capuchinho Vermelho
O Gato das Botas
A Bela Adormecida
O Pequeno Polegar
As Fadas

IRMÃOS GRIMM
Jacob Grimm e Wilhelm Grimm nasceram na Alemanha em 4 de Janeiro de 1785 e 24 de Fevereiro de 1786, respectivamente. Dedicaram-se a compilar várias fábulas infantis e contribuíram para o desenvolvimento da língua alemã com o livro: "O Grande Dicionário Alemão". Fizeram versões novas de alguns contos já existentes entre os quais "O Capuchinho Vermelho" de Perrault. Ah! E também os conhecem. Querem apostar?

escreveram:
Rapunzel
O Lobo e os Sete Cabritinhos
Branca de Neve 
Hansel e Gretel

Pois é! É muito gratificante conhecermos os escritores que nos fazem sonhar ao lermos as suas histórias. É ou não é? Agora já podem proferir estes nomes quando vos contarem a história do capuchinho vermelho,  da Rapunzel ou  a da cigarra e da formiga...

Um xi-coração do tamanho de todas as histórias infantis. 



  

Sem comentários:

Enviar um comentário