terça-feira, 31 de maio de 2011

Dia Mundial da Criança 2011

O Dia Mundial da Criança, oficialmente, é 20 de Novembro data que a ONU reconhece como Dia Universal das Crianças por ser a data em que foi aprovada a Declaração dos Direitos da Criança. Porém, a data efetiva de comemoração varia de país para país. Em Portugal o dia das crianças é festejado em 1 de Junho pois o mês de Maio homenageia Maria, mãe de Jesus. O dia da criança foi comemorado, pela primeira vez, no mundo inteiro a 1 de Junho de 1950.

Devemos pensar nas crianças todos os dias. Mas neste dia todos temos de gritar, alertando para o facto das crianças continuarem a sofrer de maus tratos, doenças, fome e discriminações, violência e que continuam a ver a guerra perto de si.
Com a criação deste dia, os estados-membros das Nações Unidas, reconheceram às crianças, independentemente da raça, cor, sexo, religião e origem nacional ou social o direito ao amor, à compreensão, alimentação, aos cuidados médicos, à educação gratuita, à proteção contra todas as formas de opressão para poderem crescer num clima de paz e fraternidade.


Infelizmente, este meu poema continua actual. Sabem, foi escrito no Ano Internacional da Criança que ocorreu em 1979. (!!!!) Gostaria que para o ano ele estivesse desatualizado...




Disseram que és pequenino,

Que não tens onde brincar,

Que és criança de nome,

De tamanho e de pensar.


Disseram que moras em bairros,

Barracas feitas de nada,

Que tens caminhos de lama

E camisa esfarrapada.


Disseram que és espancado

Por gente que não tem pão

Que és nas poças lavado

E dormes num enxergão.


Disseram que abusaram

Desse teu corpo a florir

Que alguém teve a coragem

De mudar o teu sentir


Disseram que a tua mãe

Te pariu e não te olhou

Em alguma porta ou lugar

Houve alguém que te encontrou.


Disseram que não tens livros

Nem tão pouco sabes ler.

Que não tens um professor,

Nem escola para aprender.


Disseram que passas fome,

Tens dores, teu ventre aumenta,

Que a tua vida se esvai

Numa morte muda e lenta.


Foste bastante focada

Criança do nosso tempo

Palavras que foram ditas

E levadas pelo vento!


Um xi-coração muito grande e apertadinho


Sem comentários:

Enviar um comentário